Login

 

 Portal de Governança da ProTIC

 

Segundo Stewart (1998), o conhecimento é mais valioso e poderoso do que os recursos naturais, grandes indústrias ou altas contas bancárias. O capital intelectual é a soma do conhecimento de todos em uma empresa, proporcionando-lhe vantagem competitiva. Ao contrário dos ativos, o capital intelectual é intangível. É matéria que pode ser utilizada para gerar riquezas para as organizações. O conhecimento substitui a terra, o trabalho e o capital como o insumo das empresas baseadas no conhecimento, e este tesouro é o que importa em uma sociedade em constante ebulição.

Choo (2006) esclarece que a criação do conhecimento provoca inovações e gera competências organizacionais, ampliando o horizonte das possíveis escolhas no processo de tomada de decisão. Corroborando, Carvalho (2006) explica que “no contexto de um mercado caracterizado por mudanças e descontinuidade, é fundamental reavaliar continuamente os processos organizacionais para assegurar que a tomada de decisão se orienta por premissas ainda válidas.”

Já Lapa (2004) diz que “há uma preocupação grande das empresas em reter o conhecimento tácito e explícito de seus colaboradores e realizar uma gestão desse conhecimento. O ato da gestão pode ser traduzido em processos de reutilização do conhecimento, armazenamento estruturado do mesmo, entre outras ações”.

A Pró-Reitoria de Tecnologia da Informação e Comunicação (ProTIC) considera o  capital intelectual como peça fundamental para atingir seus objetivos estratégicos institucionais. Portanto, criou o Portal de Governança para gerenciamento do conhecimento. Portais corporativos são considerados ambientes integrados que permitem acesso às informações das múltiplas dimensões da organização. São uma evolução das intranets e possuem como missão:

  1. acabar com as ilhas dos sistemas de informação;
  2. facilitar o acesso às informações; e
  3. evitar a redundância e duplicidade de informação.

A finalidade do Portal de Governança da ProTIC é se tornar um canal de comunicação que integre toda a equipe e que permita o amadurecimento do capital intelectual de TIC da UFOB, permitindo que haja melhoria na qualidade dos serviços prestados.

 

Referências

CARVALHO, R. B. Intranets, portais corporativos e gestão do conhecimento: análise das experiências de organizações brasileiras e portuguesas. 2006. 281 f. Tese (Doutorado do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da UFMG). Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2006.

CHOO, C. W. A organização do conhecimento: como as organizações usam a informação para criar conhecimento, construir conhecimento e tomar decisões. 2. ed. São Paulo: Senac São Paulo, 2006.

LAPA, E. Gestão de conteúdo: como apoio a gestão do conhecimento. Rio de Janeiro: Brasport, 2004.

STEWART, T. Capital intelectual. São Paulo: Campus, 1998.